sexta-feira, 28 de dezembro de 2007

IPCC e o futuro do planeta

O IPCC é um grupo de 2.500 dos principais pesquisadores que se reúnem desde 1988, para atualizarem as informações sobre mudanças climáticas. Em Janeiro de 2007, dentre várias informações, a mais convicta das afirmações é que o homem é o causador do aquecimento global, devido a gases poluentes decorrentes da ação humana, a temperatura foi subindo cada vez mais e isso vem a ser a causa dos mais terríveis acontecimentos futuros. Segundo o IPCC, até 2040, mesmo que ocorra a estabilização do gás carbônico, a temperatura irá subir até 0,1 grau por década e se a poluição continuar crescendo a temperatura passará de quinze graus. Em 2040 furacões e ciclones serão mais fortes, haverá mais chuva, mais ventos e mais destruição. Em 2100, mesmo que as emissões de poluentes se estabilizem, a temperatura média da Terra chegará a 16,5 graus, na pior das hipóteses, poderá alcançar 19 graus. Se as emissões continuarem crescendo, a capa de gelo do Ártico desaparecerá. A camada de gelo permanente do Canadá e da Sibéria diminuirão 90%, a Corrente do Golfo, que aquece os países do Atlântico Norte, poderá perder até 60% da força, o calor do resto do planeta fará as temperaturas subirem na região também. (Informações retiradas da revista época, fev.2007)

“Lembra quando sua geração sonhava em mudar o mundo?
Parabéns vocês conseguiram.
Mudanças climáticas.
O planeta pede sua ajuda".
Greenpeace

Nenhum comentário: